domingo, 31 de julho de 2011

O quinto ano (2003)




O grupo já estava consolidado. As reuniões não eram mais somente sobre vinhos. Nossas reuniões eram divertimento. Esperávamos ansiosamente a 'publicação' das atas.

As reuniões, que no início eram focadas no vinho, com pão e água de acompanhamento, foi gradativamente transformando-se. Cada vez com mais frequência, após as degustações, era servido um jantar, normalmente oferecido pelo anfitrião e, também, passamos a experimentar os vinhos acompanhados de comidas.

Em novembro de 2003 fizemos nossa primeira viagem em grupo para visitar vinícolas, fomos para Santiago e Mendoza.

Os temas das reuniões de 2003 foram:

Vinhos brancos da serra gaúcha: Don Laurindo Malvasia de Cândida 2002, Do Lugar Trebiano 2001, Vallontano Flora 2001, Casa Valduga Gewurztraminer 2002, Casa Valduga Riesling Itálico 2002
Jantar com faisão: Cave Geisse 1998, La Consulta Syrah 2000, La Célia Reserva Cabernet Sauvignon 2000, Emery 1999, Terranova Late Harvest 2000, Chandon Excellence Reserve
Vinhos da Casa Silva: Casa Silva Syrah 2000, Casa Silva Merlot 2000, Casa Silva Carmenère 2001, Casa Silva Cabernet Sauvignon 2000
Galinha com polenta: Caleo Nero D’Avola 2001, Caleo Negro Amaro 2000
Vinhos franceses de Bordeaux: Chateau Segonnes 1999, Chateau D’Angludet 1999, Baron de Lestac 1999
Vinhos sul africanos: African Terroir -Tribal African White, African Terroir -Tribal African Red, African Terroir - Out Of Africa 2001
Vinhos da África do Sul e peixes do Pantanal: African Terroir - Out of Africa Chardonnay unfiltered 2002, African Terroir - Out Of África Sauvignon Blanc unfiltered 2002
Bistrô Varanda: Fundação Eugênio de Almeida 2001, Eborae Vitis e Vinus Singularis 2001, Roquevale Aragonez 1999
Merlots chilenos: Casa Silva Merlot 2000, Casa Mayor Merlot 2001, Ravanal El Valle Merlot 2000
Degustação cega de tintos: Bodega Septima Malbec 2002, Don Laurindo Ancellotta 2001, Tavedo 2000, Vin Santo Sommavite
Ostras e espumantes para preparar a compatibilização enogastronômica de final de ano: Codorniu Classico semi seco, Rondel Brut, Grandin, Berlucchi Cellarius 2002, Chandon Baron B. Cuvèe Speciale Extra Brut
Compatibilização enogastronômica 2003: Rondel Brut, Tarapacá Gran Reserva Chardonnay 2001, Tarapacá Gran Reserva Merlot 2001, Undurraga Late Harvest 2001, Santa Helena Late Harvest 2001

Neste ano, na nossa reunião de compatibilização enogastronômica, uma colega do grupo fez uma apresentação de dança do ventre. A ata desta reunião foi:

Entradas: salada de tomate, jabuticaba e nozes; frutas diversas com molho de laranja; endívias com molho gorgonzola. Provamos com Rondel Brut, 11,5º G.L., vinho branco espumante brut. Vinidelsa Cervello Espanha. Casta. Espumante límpido, cor amarelo esverdeado, bolhas médias. Sabor razoavelmente agradável sem ser um destaque. Não é um grande espumante, mas não compromete. Acompanhou a apresentação de dança árabe e com as saladas;

Prato principal: polenta com ossobuco. Para acompanhar tivemos Tarapacá Gran Reserva Chardonnay, 13º G.L., ano 2001, vinho branco seco. Viña Tarapacá, Isla de Maipo, Chile. Casta: chardonnay. Aparência: límpido, cor amarelo palha. Aroma muito agradável com boa intensidade e bastante persistência lembrando madeira no início, compotas e torradas após. Sabor muito agradável, macio e potente. Acidez elevada mas equilibrada fazendo um vinho muito vivo e de grande presença. Permanência alta. Para as saladas foi excessivo mas combinou maravilhosamente com a polenta com o ossobuco; e Tarapacá Gran Reserva Merlot, 13º G.L., ano 2001, vinho tinto seco. Viña Tarapacá, Isla de Maipo, Chile. Casta: merlot. Aparência: límpido, cor púrpura brilhante, de intensidade média. Aroma muito agradável com predominância de madeira. Na evolução aromas de frutas maduras e secas. Sabor potente e alcoólico. No primeiro ataque sente-se bastante corpo e maciez mas ainda deixa uma sensação de aspereza. Acidez equilibrada. Um grande vinho que deve melhorar ainda mais com a idade. Combinou com o ossobuco mas os taninos ainda presentes hostilizaram um pouco a gordura da carne;

Sobremesa: Gelatina rei Alberto e morango com suspiro. Undurraga Late Harvest, 12,5º G.L., ano 2001, vinho licoroso de sobremesa. Viña Undurraga, Valle del Maipo, Chile. Casta semillon. Aparência: límpido, cor dourada. Aroma intenso, doce, de frutas muito maduras e goiabada, muito persistente. Sabor forte lembrando goiabada mas meio enjoativo. Combinou com as sobremesas e
Santa Helena Late Harvest, 13º G.L., ano 2001, vinho licoroso de sobremesa. Viños de Chile, Valle Curicó, Chile. Casta riesling. Aparência: límpido, cor dourada. Aroma também intenso, doce, de frutas muito maduras mas lembrando uvas, muito persistente. Sabor forte com sensação maior de doce que o anterior. Combinou com as sobremesas mas alguns também o acharam enjoativo.


Neste ano provamos 44 vinhos mais um repetido. A essa altura já tínhamos provados 191 rótulos diferentes.